Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Tomorrowland, um dos maiores festivais do mundo, foi cancelado. Deveria realizar-se na segunda metade de julho

Atraindo 400 mil espectadores, o festival de música de dança previsto para dois fins de semana de julho na Bélgica desistiu da sua edição de 2020 devido à pandemia do novo coronavírus. Governo belga proibiu festivais até setembro

A edição belga do festival Tomorrowland 2020 foi cancelada devido ao novo coronavírus, anunciou esta semana a organização.

"Infelizmente, devido à pandemia, estes são tempos invulgares para todos nós", pode ler-se, em comunicado.

"A nossa missão é a de unir almas de todo o mundo, mas a nossa prioridade é cuidar do bem-estar, da saúde e da segurança do público do Tomorrow, dos nossos parceiros e fornecedores, dos nossos vizinhos, dos artistas e da nossa equipa".

O Tomorrowland, festival dedicado à música eletrónica que reúne cerca de 400 mil espectadores, iria realizar-se em dois fins-de-semana, de 17 a 19 de julho e de 24 a 26 de julho.

Do cartaz faziam parte nomes sonantes da música electrónica de dança como Marshmello, Rezz, Carl Cox ou Martin Garrix, entre muitos outros.

A decisão do Tomorrowland vem na sequência da do governo belga de proibir eventos com grandes aglomerações de pessoas, até ao dia 31 de agosto, e que obrigou também ao cancelamento da edição de 2020 do Rock Werchter. O mesmo sucede na Dinamarca, o que levou ao cancelamento do festival de Roskilde.