Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Nick Cave, Bob Dylan

Getty Images, DR

A carta de amor de Nick Cave a Bob Dylan

Nick Cave em êxtase: “Beber um copo com os amigos como se fosse a última vez, comer com a família como se fosse a última vez, ler uma história ao filho como se fosse a última vez”. Para ler aqui

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Nick Cave respondeu, no seu site, à curiosidade de vários fãs, que lhe escreveram intrigados com 'Murder Most Foul', a primeira canção de Bob Dylan em oito anos, lançada recentemente.

"O interesse justifica-se", considera Nick Cave. "É uma canção desconcertante mas muito bonita, que me comoveu muito".

"No cerne deste épico de 17 minutos está um acontecimento horrível, o assasinato [do Presidente norte-americano] John F. Kennedy. À volta desse incidente, Dylan tece uma ladainha de coisas que ama, chegando às trevas na sua entrega".

"À medida que a canção se desenvolve, de forma insistente e como num mantra, somos elevados e pelo menos temporariamente libertamo-nos do evento. A cascata de referências a canções aponta para o nosso potencial, enquanto seres humanos, de criar coisas belas".

"'Murder Most Foul' recorda-nos que nem tudo está perdido, transformando-se a própria canção num salva-vidas, nesta situação que estamos a viver".

"A instrumentação é fluída e muito bonita. As letras são tão perversas e espirituosas como em muitas das grandes canções de Dylan, mas além disso há algo na sua voz que soa muito reconfortante, especialmente nesta altura. É como se tivesse viajado de muito longe, atravessando o tempo, revestido de uma integridade e de um estatuto que ajuda a confortar-nos, na forma de uma canção de embalar, de um cântico ou de uma oração".

Sobre se esta será a última canção de Bob Dylan, diz Nick Cave: "Espero bem que não. Mas talvez seja sábio tratar todas as canções ou todas as experiências com um certo cuidado e reverência, como se estivéssemos na sua presença pela última vez. Digo isto não só à luz do novo coronavírus, mas por acreditar que é uma forma eloquente de vivermos a nossa vida e de aproveitarmos o aqui e o agora, saboreando-o como se fosse a última vez. Beber um copo com os amigos como se fosse a última vez, comer com a família como se fosse a última vez, ler uma história ao filho como se fosse a última vez. Ou até ouvir a nova canção do Bob Dylan, sentado na cozinha, como se fosse a última vez. Dá um outro sentido a tudo o que fazemos".

Recorde-se que foi esta quarta-feira anunciada a nova data para o concerto de Nick Cave com os Bad Seeds, na Altice Arena, em Lisboa: 24 de maio de 2021. O concerto estava inicialmente marcado para 19 deste mês, mas foi adiado devido à pandemia da Covid-19.