Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Ícone do heavy metal acusado de assassinar o próprio pai em caso chocante

O pai de Jean-Pascal Fournier, autor de mais de 200 capas de álbuns de heavy metal, foi encontrado morto em circunstâncias escabrosas. O filho é suspeito do homicídio

O designer gráfico Jean-Pascal Fournier, conhecido por ter feito as capas de mais de 200 discos de heavy metal, é suspeito de ter matado o seu próprio pai, Jean-Paul Fournier.

De acordo com os jornais Le Dauphiné Libéré e Le Parisien, Jean-Pascal foi detido pelas autoridades de Grenoble, França, na passada quinta-feira, após ter tentado suicidar-se atirando-se de uma ponte para o rio Isère.

O pai do artista foi encontrado morto em sua casa, em condições escabrosas: o seu corpo foi esventrado, e na sua cabeça, que foi "agredida repetidamente", encontrava-se cravada uma flecha.

O homem, de 80 anos, terá morrido na quarta-feira, mesma noite em que Jean-Pascal atirou o seu carro - sem ocupantes - para uma ravina.

Ao longo da sua carreira, Jean-Pascal fez as capas de discos de artistas como os Dragonforce ou Avantasia, e elaborou do mesmo modo os logótipos de várias bandas.