Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Death Angel (Will Carroll à direita)

Vocalista dos Testament revela que o baterista dos Death Angel está nos cuidados intensivos devido à covid-19

Chuck Billy conta que grande parte da ‘entourage’ da digressão europeia dos Testament com Exodus e Death Angel sentiu sintomas à chegada aos Estados Unidos

Chuck Billy, vocalista dos Testament, revelou que o baterista dos Death Angel, Will Carroll, se encontra nos cuidados intensivos após ter sido infetado com o novo coronavírus.

As revelações de Billy, que descobriu também estar infetado ao regressar aos Estados Unidos, após uma digressão pela Europa, foram feitas ao programa Trunk Nation, da rádio SiriusXM.

"O Will teve que ir para o hospital. Está nos cuidados intensivos, com um ventilador", contou. "Creio que ele foi o primeiro caso positivo" entre as bandas que acompanharam os Testament, os Exodus e os Death Angel.

"Sei que o Gary [Holt, guitarrista dos Exodus e Slayer] e a mulher dele foram testados, acho que estão à espera dos resultados. Muitos sentiram os mesmos sintomas: um enorme cansaço, dores no corpo e no peito e falta de ar", continuou.

O vocalista afirmou ainda que os restantes membros dos Testament - Alex Skolnick, Gene Hoglan e Eric Peterson - não tiveram para já qualquer sintoma do vírus, e que não sabe como poderá ter sido infetado.

"Já tentámos descobrir a fonte. Fizemos algumas perguntas, mas ainda não há respostas. Não sabem quão longo pode ser o período de contágio", disse.

"Tivemos muita sorte por ninguém se sentir doente na estrada. Julgo que [fomos infetados] ao sair da Europa para vir para casa, no aeroporto. Não tenho a certeza. É difícil dizer".