Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Músico que apelidou o novo coronavírus de “histeria” morreu vítima da doença

Depois de desvalorizar a pandemia, foi uma das primeiras vítimas de Covid-19 nos Estados Unidos

Landon Spradlin, pastor evangélico e músico norte-americano que havia desvalorizado a pandemia do Covid-19, morreu após contrair a doença.

Spradlin, de 66 anos, havia utilizado a sua conta no Facebook para partilhar notícias falsas acerca do novo coronavírus, deixando pelo meio vários elogios a Donald Trump.

A 17 de março, após uma missa, Spradlin sentiu-se mal, tendo sido imediatamente levado a um hospital, onde lhe foi diagnosticada uma pneumonia, avança o canal de televisão ABC. O teste para o Covid-19, realizado imediatamente a seguir, deu positivo. Um dia depois, o seu estado de saúde piorou e o Spradlin teve de ser submetido a hemodiálise, não tendo contudo resistido ao agravamento da situação clínica.