Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Rock in Rio Lisboa'18

Rita Carmo

Rock in Rio-Lisboa a “estudar cenários alternativos” caso mais artistas cancelem concertos

Camila Cabello anunciou esta quarta-feira o adiamento da sua digressão, o que implica cancelamento do concerto no Rock in Rio-Lisboa, e a organização diz, em declarações à BLITZ, que está a estudar soluções alternativas para compensar o público

O Rock in Rio-Lisboa está a estudar "cenários alternativos" caso mais artistas cancelem concertos no âmbito do festival, ou mesmo que tal não aconteça, com o intuito de compensar o público por não poder assistir, eventualmente, às atuações de artistas que os levaram a comprar bilhetes.

Em nota enviada à BLITZ, a organização do evento reage assim ao adiamento da digressão de Camila Cabello que implica o cancelamento do seu espetáculo a 20 de junho no Parque da Bela Vista. O Rock in Rio-Lisboa, recorde-se, está agendado para os dias 20, 21, 27 e 28 de junho e entre outros nomes anunciados contam-se Black Eyed Peas, Foo Fighters, Duran Duran e Post Malone.

Estando neste momento a "trabalhar de perto com as autoridades de saúde, seguindo as suas recomendações" no que diz respeito à covid-19, o Rock in Rio-Lisboa já começou a trabalhar para a realização do evento, descarregando material no Parque da Bela Vista.

As hipóteses de cancelamento ou adiamento ainda não foram colocadas e a organização diz ainda: "assim que tivermos mais informações, comunicaremos". Ainda no passado dia 18 de março, a produção do evento levou por diante um passatempo especial Dia do Pai, como se pode ver no site oficial do Rock in Rio-Lisboa.