Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

“We Are the World”, 1985

DR

Vem aí uma nova versão de 'We Are the World'? Lionel Richie acredita que sim

O cantor quer gravar uma nova versão da histórica canção de solidariedade, desta vez para angariar dinheiro para luta contra Covid-19

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Lionel Richie afirmou que poderá vir a gravar uma nova versão de 'We Are The World', desta vez para angariar dinheiro para a luta contra a Covid-19.

À revista People, o cantor norte-americano explicou: "Há duas semanas, dissemos que não queríamos celebrar [o 35º aniversário] da canção, por não ser a altura certa. Mas, agora, a mensagem é muito clara", defende, apontando para a urgência da tirada "There’s a choice we’re making, we’re saving our own lives" ("é uma escolha que fazemos, estamos a salvar a nossa vida").

Segundo Lionel Richie, essa frase surgiu de uma conversa com Michael Jackson e pretendia ser inclusiva (daí o uso da expressão "nossa vida"). "O que aconteceu na China e na Europa já chegou cá. Se não salvarmos os nossos irmãos lá, chegará às nossas casas. Estamos todos juntos nisto", diz.

Em 1985, a canção 'We Are The World', composta por Lionel Richie e Michael Jackson, contou com as vozes de Paul Simon, Diana Ross, Tina Tirner, Bruce Springsteen, Bob Dylan e Cyndi Lauper, entre muitos outros, e levou à angariação de cerca de 60 milhões de euros em ajuda humanitária para África.