Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

“Não estamos a levar as coisas a sério. Ainda há demasiadas festas”. Lady Gaga e Taylor Swift apelam ao auto-isolamento

As estrelas da música juntam-se para apelar à quarentena. “É um tempo assustador, mas precisamos de fazer sacrifícios”

Várias estrelas da música pop atual apelaram aos fãs para que estes fiquem em casa e evitem deslocações, de forma a evitar a propagação do Covid-19.

No Instagram, Lady Gaga afirmou que este vírus pode ser combatido com "compaixão": "Isto lembra-nos do que significa ser humano. É muito importante percebermos que somos e devemos ser uma única comunidade global", escreveu.

"O coronavírus não discrimina. Aceitem que em certas ocasiões iremos sentir-nos impotentes e sem controlo. Mas podemos preencher esse espaço com compaixão e ser parte da solução de um problema global".

Também Taylor Swift apelou ao isolamento, opinando que "as coisas não estão a ser levadas suficientemente a sério". "Preciso de exprimir a minha preocupação. Vejo por aí muitos encontros, reuniões e festas", afirmou.

"Esta é a altura de cancelarem os vossos planos, isolarem-se o mais possível e não assumirem que, lá por não se sentirem doentes, não estão possivelmente a contagiar alguém idoso ou vulnerável", partilhou, numa story no Instagram.

No Twitter, Miley Cyrus exortou os fãs a terem "compaixão": "Ninguém precisa de levar todas as sopas que estiverem em loja. Quanto mais acumularmos mais caros e escassos se tornarão estes bens, deixando muita gente sem o essencial. Pratiquem a contenção", disse.