Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Pearl Jam

Pearl Jam adiam digressão devido ao coronavírus

Os concertos de promoção de “Gigaton” nos Estados Unidos ficam, para já, sem efeito

Os Pearl Jam adiaram todos os concertos que haviam agendado nos Estados Unidos, parte da digressão em torno de "Gigaton", o seu novo álbum. Em causa estão os receios em torno do novo coronavírus.

A digressão deveria ter início já na próxima semana, a 18 de março, em Toronto. Ainda não foram anunciadas novas datas, sendo que os seus concertos na Europa se mantêm.

Em comunicado, os Pearl Jam dizem "ter trabalhado duramente com os nossos parceiros e o nosso agenciamento, de forma a encontrar outras soluções ou opções, mas os níveis de risco para a nossa audiência e para as suas comunidades é demasiado elevado".

"Junte-se a isso o facto de termos um grupo único, de fãs apaixonados, que viajam para longe. Isso deixa-nos honrados, e respeitamos a sua energia e a sua devoção. Mas, neste caso, é preciso evitar viajar".

"Que não haja mensagens claras por parte do nosso governo, no que toca à segurança das pessoas e à nossa capacidade para ir trabalhar, não tem ajudado", pode ainda ler-se. "Não tendo garantias de que a nossa Direção Geral de Saúde possa prevenir tudo isto, não temos razões para acreditar que isto estará controlado nas próximas semanas".

Leia o comunicado dos Pearl Jam, na íntegra: