Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Tame Impala

“Detestaria ser mais amado pelos críticos do que pelos miúdos”. Kevin Parker, o senhor Tame Impala, sobre o disco que hoje chega às lojas

“The Slow Rush”, o quarto álbum dos Tame Impala, já está nas lojas e nos serviços de streaming. Em Londres, o músico australiano falou com o Expresso

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

“The Slow Rush”, o quarto álbum dos Tame Impala, acaba de chegar às lojas e aos serviços de streaming.

Em Londres, no final do ano passado, Kevin Parker, o homem por detrás da banda - que em estúdio grava todos os instrumentos, produz e mistura - falou com o Expresso.

A entrevista pode ser lida na revista E, do Expresso, amanhã, 15 de fevereiro.

Sobre o facto de, mal surgiram com o primeiro álbum “Innerspeaker” (2010), terem sido abraçados pelos fãs, comenta Kevin Parker:

“Os miúdos foram os primeiros a aceitar a banda. E isso é um ótimo sinal! Eu detestaria ser um artista que é mais amado pelos críticos do que pelos miúdos. Sobretudo os miúdos, porque eles é que absorvem a música da forma mais pura... talvez 'pura' não seja a palavra, mas sinto que, quando somos miúdos, a música é muito mais mágica. As coisas são mais turbulentas e as memórias formam-se com outro nível de força e potência”.

Estou extremamente grato aos nossos fãs”, sublinhou Kevin Parker. “Não te consigo explicar como é que eles mudaram a minha vida. Se não os tivesse, não teria nada. E seria uma pessoa muito diferente”.

Pode ler a entrevista de Kevin Parker ao Expresso amanhã, 15 de fevereiro, na revista E.