Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

DR

O que diz Macaulay Culkin sobre a amizade com Michael Jackson e como 'calou' James Franco

"O homem morreu. Agora seria a altura ideal para falar"

Macaulay Culkin voltou a falar da sua amizade com Michael Jackson, insistindo que não tem nada de mal a dizer do "Rei da Pop".

O ator fez-se amigo de Michael Jackson a partir dos 9 anos de idade, tendo inclusive participado no videoclip para 'Black or White', de 1991. Em 2003, apelidou de "ridículas" as acusações de abuso sexual de menores feitas contra Jackson.

À Esquire, Macaulay Culkin voltou a salientar que o músico "não [lhe] fez nada", e que nunca testemunhou algo que pudesse ser encarado como abuso.

"Não tenho motivos para esconder o que seja", acrescentou. "O homem morreu. Agora seria a altura ideal para falar. Se eu tivesse algo a dizer, dizia. Mas nunca vi nada".

Ainda assim, Culkin admitiu que muitas pessoas questionaram a sua amizade com Michael Jackson, após a estreia do documentário "Leaving Neverland". Uma delas, contou, foi o também ator James Franco.

"Encontrei-o num avião. Cumprimentei-o enquanto guardávamos as nossas malas na cabine. Foi logo a seguir à estreia do 'Leaving Neverland'".

"Começou por me falar do documentário, perguntou-me o que eu achava. E eu respondi-lhe: 'queres falar do teu amigo que morreu?', e ele disse logo que não", completou.