Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Kesha difamou Dr. Luke ao dizer que o produtor violou Katy Perry, decide juíza

O caso remonta a 2014 e Kesha afirma que Dr. Luke também abusou sexualmente de si

Uma juíza do Supremo Tribunal do estado de Nova Iorque determinou que Kesha difamou o produtor Dr. Luke, após a cantora ter enviado uma mensagem a Lady Gaga, onde alega que Luke violou Katy Perry.

Kesha foi assim forçada a pagar 374 mil dólares (cerca de 342 mil euros) a Luke, esta quinta-feira, em mais um capítulo de um caso que se arrasta desde 2014.

Tudo começou com um processo movido por Kesha contra Dr. Luke, o qual acusa de a ter violado e abusado emocionalmente, o que este sempre negou.

Três anos mais tarde, o produtor processou Kesha, alegando quebra de contrato e acusando-a de ter feito acusações falsas de forma a não ter que o cumprir.

Após Kesha ter afirmado que Katy Perry também havia sido vítima de Dr. Luke, a autora de 'I Kissed a Girl' foi a tribunal negar alguma vez ter sido violada, testemunho que levou à sentença da juíza.

Porém, esta decisão não implica o fim de todo o processo, já que Dr. Luke ainda terá que responder em tribunal às acusações de que terá violado Kesha.