Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Guitarrista dos Ministry acusado de manter relações com menores

San Quirin foi acusado por duas mulheres de abusos sexuais

A Billboard dá conta de que duas mulheres acusaram Sin Quirin, guitarrista dos Ministry, de ter tido relações sexuais com ambas, quando eram menores.

Os casos remontam há mais de uma década, quando Quirin ainda não era membro dos Ministry. Uma das mulheres, Kelly Longoria, diz ter conhecido o guitarrista aos 15 anos, quando este tinha 33 e tocava nos Society 1.

O músico terá visitado Kelly Longoria por várias vezes, na casa desta em San Antonio. Em declarações à polícia local, Longoria afirmou ter tido relações sexuais com Quirin entre dezembro de 2002 e abril de 2003, que evoluíram para uma relação amorosa que durou por alguns anos, até depois de a mulher ter atingido a idade adulta.

A segunda mulher identificou-se apenas como "Brooke", e diz ter conhecido o guitarrista após um concerto dos Society 1 em Portland, quando tinha apenas 16 anos.

Nessa noite, Quirin ter-lhe-à dito que a banda não tinha onde dormir, e "Brooke" ofereceu-lhe um espaço em sua casa, deixando claro que era menor de idade. Ainda assim, terá tido relações sexuais com o guitarrista nessa noite.

San Quirin já reagiu através do seu advogado, que em comunicado negou todas as acusações de que o músico é alvo. Al Jourgensen, líder dos Ministry, também emitiu um comunicado onde diz desconhecer "qualquer atividade ilegal" por parte de qualquer membro da banda.