Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Lia Carvalho, Ana Marta Ferreira, Carolina Carvalho e Bárbara Branco

NashDoesWork

Quem são as atrizes que vão fazer de Doce no cinema

"Bem Bom", o filme biográfico sobre as Doce, girl band portuguesa dos anos 80, conta com quatro atrizes bem conhecidas da televisão

Já foram divulgados os nomes das atrizes que vão encarnar as Doce, girl band portuguesa dos anos 80, no filme "Bem Bom", que chega às salas de cinema portuguesas no dia 25 de junho: Bárbara Branco, Carolina Carvalho, Lia Carvalho e Ana Marta Ferreira foram as escolhidas, entre mais de 80 atrizes, para desempenhar os papéis das quatro cantoras, respetivamente, Fátima Padinha, Helena Coelho, Teresa Miguel e Laura Diogo.

Co-produzido pela Santa Rita Filmes em parceria com a RTP, o filme conta com realização de Patrícia Sequeira, que começou por trabalhar em televisão, tendo o seu nome associado a projetos como o remake da telenovela "Vila Faia" e as séries "Conta-me Como Foi" e "Liberdade 21". Deu o salto para o cinema em 2015, com o filme "Jogo de Damas", tendo no ano passado assinado a realização de "Snu", filme biográfico de Snu Abecassis.

As rodagens de "Bem Bom" começam na próxima segunda-feira, 20 de janeiro, em Lisboa, e o filme, inspirado em factos verídicos, vai retratar o percurso das Doce desde a formação, em 1979, até ao "pico do sucesso", lê-se no comunicado enviado à imprensa. Também os atores Nuno Nolasco e Eduardo Breda participam no filme, desempenhando respetivamente os papéis do estilista José Carlos e de Tozé Brito, mentor do grupo. A estreia está marcada para o ano em que se completam 40 anos de "OK KO", o primeiro álbum do grupo.

Bárbara Branco estudou na Escola Profissional de Teatro de Cascais e tornou-se conhecida do público ao participar em novelas como "A Impostora", "Jogo Duplo" ou "Na Corda Bamba", mas mantém também um percurso nos palcos de teatro, tendo entrado em peças de Shakespeare ou Tennessee Williams.

Já Carolina Carvalho estudou em Lisboa e no Brasil com nomes como John Frey ou Sérgio Penna e além do seu trabalho em televisão, em novelas como "Rainha das Flores" e "Amor Maior" ou nas séries "Golpe de Sorte" e "Sim, Chef!", já pisou os palcos do Teatro Aberto e Teatro do Bairro.

Depois de participar na série juvenil "Morangos com Açucar", Lia Carvalho deu o salto para o cinema com filmes como "Verão Danado" ou "Amor Impossível", tendo continuado a trabalhar em televisão em novelas como "Paixão" ou "Terra Brava". Estudou na Escola Superior de Teatro e Cinema e também já subiu aos palcos de teatro para participar em peças de Cocteau ou Schnitzler.

Também Ana Marta Ferreira começou por se dar a conhecer em séries infantojuvenis como "Clube das Chaves" ou "Morangos Com Açucar", tendo depois continuado o trabalho em televisão novelas e séries como "A Única Mulher", "Vidas Opostas" ou "Bem-Vindos a Beirais" e dado o salto para o cinema nos filmes "Gabriel" e "O Fim da Inocência".

Depois do filme, estreia em setembro na RTP uma série que complementará o filme com uma abordagem mais personalizada à história de cada uma das cantoras. As canções das Doce serão interpretadas pelas atrizes e deverão também ter vida em palcos musicais como forma de promover o filme e a série.