Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Jafumega no início dos anos 80: Eugénio Barreiros à direita

Arquivo Gesco

Morreu Eugénio Barreiros, músico dos Jafumega e dos Mini Pop

O músico do Porto tinha 60 anos

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Eugénio Barreiros, músico do Porto conhecido por ter integrado os Jafumega e, antes deles, os Mini Pop, morreu esta semana, aos 60 anos.

Nascido a 5 de fevereiro de 1959, na Invicta, Eugénio Barreiros era o mais velho de quatro irmãos.

Com os irmãos Pedro e Mário, Eugénio Barreiros formou os Mini Pop, que nos anos 70 lançaram cinco singles e um EP.

Nos Mini Pop, onde tocava também Abílio Queiroz, Eugénio Barreiros era vocalista e tocava teclas.

A banda chegou a tocar na pioneira edição do festival Vilar de Mouros, em 1971, e participou no Festival da Canção de 1973, com o tema 'Menina de Luto'. Terminaram a sua carreira no final dos anos 70.

Na década seguinte, os irmãos Barreiros juntaram-se a José Nogueira, Álvaro Marques e Luís Portugal e criaram os Jafumega, onde Eugénio Barreiros era teclista e fazia vozes.

Da discografia dos Jafumega constam três álbuns de originais e numerosos êxitos, como 'Nó Cego', 'Kasbah', 'Latin America' ou 'Ribeira'. A banda tocou em Vilar de Mouros, em 1982, antes dos então novatos U2.

Em 2013, os Jafumega juntaram-se para vários concertos, incluindo um no Coliseu do Porto, cuja reportagem pode recordar aqui.

À família de Eugénio Barreiros a BLITZ envia os seus pêsames.

A canção que os Mini Pop levaram ao Festival da Canção em 1973:

Canção dos Jafumega com Eugénio Barreiros como vocalista principal: