Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Hildur Guðnadóttir

Compositora islandesa arrebata prémio de Melhor Música Original nos Globos de Ouro

Hildur Guðnadóttir, que escreveu a música de “Joker”, é a primeira mulher a solo a receber este prémio

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Hildur Guðnadóttir, compositora islandesa, foi uma das grandes vencedoras dos Globos de Ouro, no que toca à música.

Na cerimónia que ontem decorreu em Beverly Hills, a vitória na categoria de Melhor Música Original de Filme foi para a artista de Reiquiavique, que já colaborou com músicos como Animal Collective, Múm, Ryuichi Sakamoto, David Sylvian ou Throbbling Gristle.

Nos Globos de Ouro, Hildur Guðnadóttir, que também tem trabalho editado a solo, foi distinguida pelo seu trabalho na banda-sonora de “Joker”. O filme de Todd Phillips valeu também a Joaquin Phoenix o globo de Melhor Ator.

Hildur Guðnadóttir foi a primeira mulher a vencer, sozinha, este prémio (em 2000, Lisa Gerrard ganhou o mesmo troféu pela música de “Gladiator”, que escreveu com Hans Zimmer).

No seu discurso, a compositora agradeceu ao realizador Todd Phillips e ao ator Joaquin Phoenix pelo seu apoio. “Obrigada, Todd, por me convidares para a jornada de uma vida e por toda a tua confiança, fé e abertura. Obrigada, Joaquin, por facilitares o meu trabalho com uma performance espetacular e inacreditável”.

Hildur Guðnadóttir levou de vencida alguns concorrentes de peso, como Randy Newman, autor da música de “Marriage Story”.

Ainda na música, Elton John ganhou o seu primeiro Globo de Ouro de sempre, por '(I’m Gonna) Love Me Again', que faz parte da banda-sonora de "Rocketman", biopic sobre a vida e obra do músico britânico.