Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Ornatos Violeta em 2019

Fernando Veludo/nFactos

Ornatos Violeta na revista BLITZ Melhores de 2019. “É um equívoco achar problemático que um artista assuma que quer ganhar dinheiro”

Depois de um ano bem preenchido que terminará com um concerto na Passagem de Ano em Lisboa, os Ornatos Violeta partilham velhos segredos e novas ideias numa entrevista que, ao longo de oito páginas, poderá ler na íntegra na edição especial da BLITZ dedicada aos maiores destaques de 2019. “É o nosso trabalho. Não andamos a vender droga nem a roubar”, defende Manel Cruz

A tarde é de chuva no Porto e encontramo-nos na zona oriental da cidade, onde os turistas ainda não chegam. O relógio marca as 16h quando o guitarrista Peixe abre a porta e o sorriso, convidando-nos a entrar na casa do senhor Abílio. Estamos na toca do Monstro. É ali, no pequeno anexo das traseiras, transformado numa sala de ensaios, que os Ornatos Violeta preparam os últimos concertos de uma digressão que passou por festivais, passou por concertos em nome próprio no Porto e Lisboa.

“Se uma vida não chegar, hei de ter cem vidas mais, quantas mais ditar o coração”. Estes versos retirados de ‘Tanque’, uma das canções do aniversariante “O Monstro Precisa de Amigos”, bem podem ser hoje aplicados à banda de Manel Cruz (voz), Peixe (guitarra), Nuno Prata (baixo), Elísio Donas (teclados) e Kinörm (bateria) que – depois dos concertos de reunião em 2012 e vinte anos após o lançamento do segundo álbum – se mostram em paz com o seu percurso. Acende-se a luz.

Ornatos Violeta: os cinco em entrevista, fazendo o balanço de um novo regresso ao ativo e projetando o futuro

Ornatos Violeta: os cinco em entrevista, fazendo o balanço de um novo regresso ao ativo e projetando o futuro

Numa entrevista assinada pelo jornalista André Manuel Correia, que poderá ler na íntegra na BLITZ Especial Melhores de 2019, Manel Cruz e companheiros - que darão ainda um último concerto este ano, no Réveillon lisboeta - não evitam abordar os assuntos mais delicados, das zangas que motivaram a cisão aos comentários de fãs (e detratores) mais inflamados em torno do regresso.

"É o nosso trabalho. Ainda há dias disse isso ao meu canalizador: 'Você só me está a fazer isto pelo dinheiro. Faça-me lá o serviço só por amor, que eu tenho uns canos lindos'. (gargalhadas) Não andamos a vender droga nem a roubar ninguém. É um equívoco da nossa sociedade achar problemático um artista assumir que quer ganhar dinheiro", responde Manel Cruz. "O regresso dos Ornatos repõe uma certa justiça. Muita gente considera quase ingrato o facto de a banda ter sido reconhecida a título póstumo, sem que nunca tenhamos visto o reflexo financeiro disso", conclui o guitarrista Peixe.

BLITZ Especial - Melhores de 2019

BLITZ Especial - Melhores de 2019

BLITZ ESPECIAL MELHORES DE 2019

2019 está quase a terminar e a BLITZ apresenta-lhe um completo anuário em papel. Os acontecimentos, as figuras, os fenómenos e as revelações.

Os 100 melhores álbuns do ano, as reedições mais importantes e os concertos que marcaram os últimos 12 meses em Portugal. Entrevistas, artigos de fundo e a vénia aos que partiram. Uma edição de colecionador já nas bancas de todo o país, ao preço de €4,90.

Clique aqui para adquirir a revista BLITZ Especial Melhores de 2019, através da Loja Impresa, e recebê-la comodamente em casa.