Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Cobram ao filho do vocalista dos Charlie Brown Jr. por concertos que o pai não deu por ter morrido

Alexandre, filho de Chorão, enfrenta processo judicial

Alexandre Abrão, filho de Chorão, antigo vocalista da banda brasileira Charlie Brown Jr., enfrenta uma batalha judicial com a promotora Promocon.

A Promocon exige uma indemnização de 300 mil reais (cerca de 64 mil euros) por parte de Alexandre, devido aos concertos que o seu pai não deu por ter morrido em 2013.

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, Alexandre recebeu, nove meses após a morte do pai, uma notificação da promotora em que esta indicava que Chorão "faleceu sem atender à totalidade das obrigações assumidas".

A promotora diz-se prejudicada pelo cancelamento de nove concertos dos Charlie Brown Jr., nos quais já havia investido.

O advogado de Alexandre, Reginaldo Lima, encara toda a situação como "loucura" e afirmou que Chorão "naturalmente, não tinha como fazer os shows", pelo que os cancelamentos não poderão constituir "ato ilícito".