Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Manuel Falcão em 2014

Rita Carmo

BLITZ 35 anos. “Foi uma das melhores aventuras da minha vida”, destaca Manuel Falcão, o fundador e primeiro diretor

O primeiro número do jornal BLITZ chegou às bancas a 6 de novembro de 1984. O depoimento de Manuel Falcão, primeiro 'timoneiro' do jornal

A BLITZ faz esta quarta-feira 35 anos. Um dos primeiros a dar os parabéns à publicação fundada a 6 de novembro de 1984 foi Manuel Falcão, um dos fundadores do então jornal semanal e seu primeiro diretor.

No Facebook, o antigo jornalista e atual diretor-geral da agência Nova Expressão, refere: "O BLITZ, que dirigi e fundei com uma equipa excepcional, nasceu neste dia há 35 anos. Sem a equipa nada se teria feito. Sem a música a ideia nem sequer teria surgido. Sem a moda não teria alargado públicos. Sem o destaque dado à fotografia não teria dado nas vistas. Foi uma das melhores aventuras da minha vida e, creio, das vidas dos que a percorreram. Um abraço de parabéns a todos, da Cândida ao Rui, passando pelo Sérgio, o Fernando, o Miguel, o João, o Luís, a Cristina, o Jorge, a Inês ou o Daniel - e de todos que aqui não estão referidos mas que tornaram o BLITZ possível. Obrigado".

Falcão evoca, entre outros, figuras ligadas ao arranque do jornal e aos seus primeiros e decisivos anos, como a designer Cândida Teresa, o jornalista (e futuro diretor) Rui Monteiro, o profissional da indústria discográfica João Afonso ou os fotógrafos Daniel Blaufuks e Inês Gonçalves.

Primeira edição do jornal BLITZ, publicada a 6 de novembro de 1984

Primeira edição do jornal BLITZ, publicada a 6 de novembro de 1984

Pelo BLITZ passaram profissionais de várias áreas, como Miguel Somsen, que também assinalou a sua passagem pelo jornal (escrevia sobre cinema), igualmente no Facebook: "O BLITZ, que hoje completa 35 anos, foi o primeiro jornal que aceitou publicar os meus textos, e isso já demonstra como o BLITZ nos anos 80 corria riscos e ainda aceitava a colaboração de pessoas que não sabiam escrever. (...) Nunca nos devemos esquecer de pessoas ou publicações que nunca desistem. Por isso, parabéns BLITZ".

A primeira edição do jornal BLITZ tinha em destaque na capa Siouxsie and the Banshees. Nas 16 páginas do primeiro número podiam ler-se não só a entrevista exclusiva a Siouxsie Sioux mas também artigos sobre os R.E.M., Vitorino, Brigada Victor Jara ou Sade. Item cobiçado por colecionadores, foi reeditado com a revista BLITZ de abril de 2011.

O BLITZ foi editado, semanalmente, até 24 de abril de 2006. Em julho do mesmo ano passou a revista mensal, tendo publicado 137 edições, sob direção de Miguel Cadete. Em janeiro de 2018 passou a concentrar a suas operações maioritariamente no online, não deixando de pontuar os principais acontecimentos com edições especiais - como aquela que chegará às bancas no início de dezembro, um completo anuário de 2019 com mais de 140 páginas.