Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Rock in Rio

Wesley Allen

Rock in Rio pode rumar ao Chile em 2021

Roberto Medina, presidente do festival brasileiro, assinou "acordo de intenção" com o governo chileno

O Rock in Rio pode vir a ter uma edição em Santiago do Chile em 2021. Roberto Medina assinou ontem um "acordo de intenção" para a realização de uma edição na capital do país sul-americano com representantes do governo chileno presentes na edição que termina este domingo no Rio de Janeiro.

Recorde-se que o festival nasceu em 1985 no Brasil e passou a realizar-se também, de dois em dois anos, em Portugal, em 2004. Houve também edições em Espanha e Estados Unidos. O documento agora assinado com o intuito de levar o evento ao Chile prevê que o Rock in Rio apresente os "documentos solicitados pelas autoridades do país e um cronograma de trabalho para órgãos públicos e privados", lê-se no comunicado de imprensa.

Por outro lado, as autoridades chilenas comprometem-se a "oferecer as condições adequadas para que a realização do festival se concretize, incluindo a mediação com diferentes entidades, bem como uma parceria público-privada na busca pelo local mais adequado para a edição chilena do Rock in Rio".

Recorde-se que o Rock in Rio regressa a Lisboa no próximo ano, mais precisamente nos dias 20, 21, 27 e 28 de junho. Apesar de ainda não haver qualquer nome confirmado no cartaz, Roberta Medina, vice-presidente do festival, confirmou em entrevista à BLITZ que não haverá aumento no preço dos bilhetes, mantendo-se, assim, nos €69,00 para cada dia do evento.