Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Tekashi 6ix9ine recusa integrar programa de proteção de testemunhas

O rapper quer prosseguir com a carreira

O rapper Tekashi 6ix9ine recusou entrar para o programa de proteção de testemunhas do FBI, após ter testemunhado em tribunal contra vários ex-associados seus.

Segundo o website TMZ 6ix9ine pretende, ao invés, contratar um grupo de guarda-costas que o acompanhe 24 horas por dia, dado que pretende reativar a sua carreira assim que seja libertado.

O rapper foi acusado de diversos crimes, incluindo extorsão e conspiração para cometer homicídio, arriscando uma pena de prisão de no mínimo 32 anos.

Porém, o facto de estar a colaborar ativamente com as autoridades norte-americanas poderá amenizar a pena. Na melhor das hipóteses, 6ix9ine poderá ser libertado já em 2020.