Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Axelle/Bauer-Griffin

Membro de boy band diz ter sido vítima de abuso sexual

O norte-americano diz ter sido violado durante a sua adolescência

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Ricky Garcia, membro da boy band Forever in Your Mind e antigo concorrente do X Factor norte-americano, vai processar o seu antigo manager e vários agentes da indústria musical por alegadamente terem cometido ou facilitado crimes de assédio sexual contra si.

O cantor garante que a sua ascensão no meio do entretenimento foi prejudicada por uma série de executivos de Hollywood que o assediaram. Os primeiros casos terão acontecido, segundo Ricky Garcia, quando tinha apenas 12 anos.

Após ser eliminado do concurso de talentos X Factor, Ricky Garcia formou a boy band Forever In Your Mind com dois amigos. Na altura, tinha 14 anos.

Numa queixa apresentada agora num tribunal de Los Angeles, o jovem de 20 anos acusa o seu antigo manager, Joby Harte, de o ter assediado e violado “dezenas de vezes” durante a sua adolescência e de o ter treinado para ser um objeto sexual a ser partilhado com os seus companheiros de negócio, outros managers e produtores musicais, que negam todas as acusações.

Na queixa, o advogado de Ricky Garcia diz que Joby Harte se aproveitou de um “pré-adolescente vulnerável do ponto de vista económico e emocional. Depois seduziu a sua mãe, para que ela baixasse as defesas e lhe desse todo o acesso ao seu filho”.

Ricky Garcia afirma ainda que nunca contou o que se passaria a ninguém, por ter medo das consequências.