Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Madonna e Tupac em 1994

Getty Images

O que diz a carta que Tupac Shakur enviou à namorada Madonna em 1995, a partir da prisão

Madonna tentou travar o leilão do documento, mas a carta de separação tem mesmo um preço

A carta que Madonna recebeu do seu ex-namorado, Tupac Shakur, vai ser colocada à venda em leilão no final deste mês.

Esta carta é apenas um de muitos objetos pessoais de Madonna que foram colocados em leilão por uma antiga amiga da "Rainha da Pop", Darlene Lutz.

Entre os demais objetos contam-se cassetes e, ainda, um pente com cabelos da autora de "Madame X".

A carta foi escrita por Tupac em 1995, quando se encontrava a cumprir pena de prisão, e um ano antes de ser morto a tiro em Las Vegas.

Na carta, o rapper assume o fim da relação com Madonna, escrevendo que declarações passadas da cantora sobre a vontade desta de "reabilitar rappers" o "magoaram". "Não sabia que tinhas estado com outros rappers além de mim", pode ler-se.

Tupac disse sentir-se "intimidado" com a sexualidade de Madonna. "Espero que percebas a minha posição enquanto jovem com experiência sexual limitada, junto a um sex symbol famoso".

A carta já havia sido colocada à venda em leilão em 2017, mas Madonna avançou com um processo em tribunal que visava proibir a sua comercialização, algo que não foi aceite por um juiz.

O preço mínimo de venda cifra-se nos 111 mil euros, estimando-se que atinja valores na ordem dos 334 mil euros.