Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Getty Images

“Ninguém viu os anos de luta, o amor e o cansaço. Ele não merecia os seus fantasmas”. Ariana Grande abre o coração sobre Mac Miller

A autora de 'Thank U, Next' sobre uma relação "imperfeita"

Ariana Grande voltou a falar do seu ex-namorado, Mac Miller, em nova entrevista à revista Vogue.

A autora de 'Thank U, Next' explicou como o facto de ter sido cabeça de cartaz da edição deste ano do festival de Coachella a ajudou a relembrar o rapper, falecido em 2018.

"Sempre fui daquelas pessoas que nunca ia a festivais, que saía, se divertia. Mas a primeira vez que fui a Coachella, vi-o a tocar e foi uma experiência incrível", contou.

Sobre a sua relação com Miller, Ariana Grande limita-se a descrevê-la como "imperfeita". "As pessoas não vêem aquilo que realmente se passa, por isso vociferam aquilo que acham que se passou", disse.

O abuso de drogas por parte de Mac Miller - e que acabou por o matar - foi a razão principal para o fim do romance entre ambos. "Ninguém viu os anos de luta, o amor e o cansaço. Não fazem ideia das vezes que o avisei que isso poderia acontecer".

Apesar de tudo, Ariana lembra o seu ex-namorado com ternura: "Ele era a melhor pessoa de sempre, e não merecia os seus fantasmas. Fui durante muito tempo a cola, e com o tempo tornei-me menos pegajosa. As pecinhas começaram a separar-se", afirmou.