Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Getty Images

Nicki Minaj cancela concerto na ultraconservadora Arábia Saudita

"Apoio os direitos das mulheres, da comunidade LGBTQ e a liberdade de expressão". Artista norte-americana voltou atrás na determinação de tocar em festival na península arábica

Nicki Minaj já não irá atuar na Arábia Saudita, onde era um dos nomes confirmados no cartaz do festival Jeddah World.

A rapper norte-americana havia sido alvo de algumas críticas por ter anunciado um espetáculo naquele país, devido ao seu historial de abusos de direitos humanos.

Entre os críticos estava a Human Rights Foundation, cujo diretor-executivo, Thor Halvorssen, escreveu uma carta aberta a Minaj pedindo-lhe que recuasse na sua decisão.

Para Halvorssen, ver Nicki Minaj a tocar na Arábia Saudita, já depois de a artista ter mostrado a sua solidariedade para com a comunidade LGBTQ, era "desculpar um governo que executa homossexuais pelo 'crime' de serem quem são".

Num comunicado enviado à Associated Press, Nicki Minaj reconheceu essas críticas e anunciou o cancelamento do concerto.

"Não quero mais nada que atuar para os meus fãs na Arábia Saudita, mas após estudar melhor todos estes problemas, acredito que é importante para mim expressar de forma clara que apoio os direitos das mulheres, da comunidade LGBTQ e a liberdade de expressão", pode ler-se.