Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Sobrevivente de tiroteio nos Estados Unidos critica vídeo novo de Madonna: “É horrível”

Emma González considera que Madonna escolheu a forma errada de abordar a questão das armas de fogo

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Emma González, sobrevivente do massacre de Parkland, nos Estados Unidos, e defensora do controlo das armas de fogo, criticou o vídeo de Madonna para a música 'God Control'.

Naquele teledisco, surgem imagens de um tiroteio fictício num clube noturno.

“O novo vídeo de Madonna é f****o”, escreveu Emma González no Twitter. “É horrível. Esta não é a maneira correta de falar de violência com armas de fogo, ao contrário do que muitos fãs vêm dizendo — quem sabe falar disso são as pessoas que trabalham na [comissão criada para o efeito], não a maior parte das celebridades”.

Para Emma González, Madonna devia ter avisado os espectadores do conteúdo violento do vídeo, tendo em mente “sobretudo as vítimas do [massacre no clube] Pulse, porque o vídeo foi lançado logo após o aniversário do mesmo”, argumenta, referindo-se ao massacre de 2016 num clube em Orlando, na Flórida, onde 49 pessoas foram mortas.

Neste álbum, “Madame X”, Madonna sampla um discurso de Emma González; é no tema 'I Rise' que se pode ouvir a sua intervenção, feita dias após o tiroteio no seu liceu, que em 2018 fez 17 vítimas mortais.

Aquando do lançamento do vídeo de 'God Control', Madonna disse querer chamar a atenção para um problema que, nos Estados Unidos, se encontra “fora de controlo, custando a vida a pessoas inocentes”.