Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Getty Images

Gravações originais de Nirvana, Nine Inch Nails, John Coltrane e muitos outros perdidas para sempre em incêndio

Incidente aconteceu há onze anos e o seu real impacto é agora revelado com detalhe em investigação do New York Times

Em 2008, um incêndio nos estúdios da Universal, em Hollywood, destruiu milhares de gravações 'masters' (as matrizes a partir das quais são feitas as cópias) de artistas como Nirvana, R.E.M., John Coltrane, Joni Mitchell, Eminem, Nine Inch Nails, Aretha Franklin ou Tupac. Só agora, onze anos depois, se sabe a dimensão dos estragos que provocou, na sequência de uma investigação do jornal The New York Times.

À altura, a Universal preferiu dar destaque aos danos que o incêndio provocou no parque temático "King Kong", bem como às gravações vídeo que ali guardava. O secretismo em tono deste desfalque faz levantar suspeições de que os danos agora conhecidos tenham sido ocultados pelo facto de a Universal temer possíveis retaliações por parte dos artistas que perderam as suas gravações no incêndio.

Entre o património perdido estão todas as gravações de Buddy Holly, a grande maioria dos álbuns que John Coltrane editou pela Impulse e singles como 'Rock Around the Clock', de Bill Haley, considerado por muitos como o primeiro tema de rock n' roll de sempre.