Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

A verdadeira razão da paragem dos Black Keys

“Houve uma altura em que disse ao Dan que podia ir morrer longe”

Os Black Keys falaram à Uncut sobre os problemas vividos pela banda, nos últimos cinco anos em que estiveram em pausa.

"Nem sequer pensei nos Black Keys" ao longo deste período, "para ser sincero", afirmou Dan Auerbach. "Estava longe dos meus pensamentos. Tocar em estádios parecia um sonho distante".

Uma opinião partilhada por Patrick Carney: "Não estava pronto para fazer um disco dos Black Keys. Estava empenhado em entrar no estúdio às 8h45 da manhã. Durante todas as semanas tinha coisas relacionadas com música para fazer. Senti que tinha muito trabalho a tratar".

Os Black Keys não editam um álbum desde "Turn Blue", de 2014, mas irão colocar um fim ao seu hiato com "Let's Rock", a editar em junho. Porém, a banda esteve perto do fim após a sua última digressão.

"Percebi que todas as bandas dão os seus últimos concertos em São Francisco. Comecei a pensar que podia ser uma maldição", justificou o vocalista.

Carney completou: "Fazer uma pausa foi decisão do Dan e sabia que não podia argumentar com ele, porque fazia sentido. Houve uma altura em que lhe disse que podia ir morrer longe, mas não por causa da pausa. Foi porque não estávamos a comunicar", disse.

"Precisávamos os dois de uma pausa. Fiquei com stress pós-traumático após a última digressão. Lesionei-me no ombro, e se isso não foi um sinal, não sei o que será", rematou.