Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Conan Osiris no Guardian: “Portugal é muito mais que Lisboa e Porto”

“O ‘outsider’ extravagante rejeitado pela Eurovisão”, intitula o jornal de referência inglês

Conan Osiris foi destaque no jornal britânico The Guardian, que publicou um artigo acerca do autor de 'Telemóveis', canção com a qual Portugal concorreu este ano ao festival da Eurovisão.

O artigo é assinado pela jornalista portuguesa Bárbara Borges de Campos, que falou com o músico em Berlim, em março, quando este atuou na capital alemã.

Descrevendo Conan Osiris como um outsider, o artigo faz referência ao "choque" sentido por muitos portugueses e fãs da Eurovisão ao vislumbrar os fatos utilizados pelo músico e ao escutar a sua música, que o mesmo descreve como "normal".

"O sucesso de Conan Osiris foi visto como provocante em Portugal, onde se espera que os homens se mostrem barbeados e masculinos, e não enfeitados com glitter", pode ler-se, por entre comparações a António Variações.

O músico explicou, também, porque concorreu ao Festival da Canção e posteriormente à Eurovisão. "Foi um exercício criativo", disse. "Não olho para o festival como kitsch nem lhe impomos quaisquer qualidades. Vi-o como qualquer outra plataforma, nem pensei nas consequências de passar".

Em relação a 'Telemóveis', Osiris mostrou-se desejoso de que o tema pudesse representar o multiculturalismo português, mostrando ao público internacional que o país "é muito mais que Lisboa e Porto".

A jornalista revela ainda que Conan Osiris lhe deixou uma mensagem após a sua eliminação do festival da Eurovisão: "Não há nada que eu possa dizer".

Em março, o músico explicou à jornalista não estar preocupado em ganhar a competição: "Sempre que alguém que se sente segregado da sociedade me diz que os estou a representar, isso já é para mim uma vitória", afirmou então.