Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Tool em 2011

Getty Images

Caos, concertos cancelados e bilhetes a 88 cêntimos. As desventuras de mais um festival-catástrofe

Numerosos incidentes - e uma tempestade - no Epicenter Festival

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

O festival Epicenter, que se realizou no passado fim de semana, na Carolina do Norte, registou numerosos incidentes.

Segundo a imprensa local, na sexta-feira, antes de os concertos terem começo, os espectadores que tentavam entrar no recinto ficaram presos no trânsito durante horas.

Alguns festivaleiros contaram à imprensa terem avançado apenas um quilómetro e meio em quatro horas, decidindo voltar para casa.

À saída do festival, na sexta-feira, a falta de iluminação e a ausência de assistentes no parque de estacionamento fizeram com que alguns espectadores demorassem quatro horas a sair do recinto.

Segundo o Consequence of Sound, alguns vídeos mostram festivaleiros embriagados a tentar orientar o trânsito, ao passo que outros abriram buracos na vedação, tentando escapar por lá.

No sábado, muitos dos detentores de bilhetes desistiram de comparecer, e quem decidiu aproveitar o passe não teve melhor sorte: o mau tempo obrigou a organização a evacuar o recinto e os festivaleiros que estavam a acampar foram aconselhados a procurar abrigo nos seus carros.

Devido às condições meteorológicas, os concertos de Tool, Judas Priest ou Cult tiveram de ser cancelados.

Também os palcos e as demais infraestruturas do festival ficaram danificadas, levando a mais demoras de várias horas na saída do recinto.

Ainda assim, o festival não foi cancelado, continuando no domingo, com concertos de Foo Fighters e Mastodon.

Muitos dos festivaleiros ficaram ainda indignados ao saber que, dadas as circunstâncias, houve quem conseguisse comprar passes de três dias por apenas 1 dólar (88 cêntimos).