Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Mariza

Mariza ganha prémio de Melhor Álbum Europeu para a revista britânica Songlines

Uma distinção para o disco homónimo lançado em 2018

A fadista portuguesa Mariza venceu o prémio de Melhor Álbum Europeu da revista britânica Songlines, com o mais recente disco, homónimo, lançado em 2018, revelou hoje aquela publicação. Mariza estava nomeada para o prémio de "Melhor Álbum Europeu" ao lado da cantora Mercedes Peón, dos Dreamers' Circus e do músico Sam Sweeney. A cantora portuguesa está também nomeada para a categoria de "Melhor Artista", prémio que arrecadou em 2016. O vencedor de 2019 deste prémio só será conhecido no outono.

"Mariza" é o sétimo álbum de estúdio da cantora portuguesa, foi produzido poe Javier Limón e conta com composições de nomes como Jorge Fernando, Mário Pacheco, Matias Damásio, Heber Marques e Carolina Deslandes. O disco esteve nomeado para os Grammy Latinos 2018 e integrou a lista dos melhores do ano para a revista Songlines, que agora o distingue. Sobre o álbum, a revista escreveu que com o tema "Trigueirinha", Mariza "coloca de lado quaisquer preconceitos de que o fado é sempre melancólico" e fez ainda referência à "transparência e delicadeza da produção [do espanhol] Javier Limón".

Os prémios de música da revista Songlines, que vão na 11.ª edição, pretendem "celebrar a extraordinária quantidade de talento musical ao redor do mundo". São atribuídos prémios em nove categorias: Quatro prémios globais - "Artista", "Grupo" "Estreia" e "Percurso Mundial" - e cinco para álbuns de fusão, da Europa, Ásia & Pacífico, Américas e África & Médio Oriente. Os quatro prémios globais da Songlines serão apenas anunciados numa cerimónia no outono.

Mariza terminou esta semana uma digressão por mais de uma dezena de palcos nos Estados Unidos e Canadá, prosseguindo este mês a apresentação do novo álbum no Brasil. O ano terminará com um concerto a 7 de dezembro na Altice Arena, em Lisboa.