Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Conan Osiris

Thomas Hanses/Eurovision.tv

Conan Osiris responde aos fãs: a versão de 'Telemóveis' de Carolina Deslandes, as canções favoritas da Eurovisão e... os Pokémons

O representante português na edição deste ano da Eurovisão falou com os admiradores, portugueses e estrangeiros, num “live” no Instagram

Conan Osiris respondeu às perguntas dos fãs ontem num vídeo "live" no Instagram. Entre outras coisas, o artista que representará Portugal na edição deste ano da Eurovisão, em Telavive, Israel, com a canção 'Telemóveis', reagiu à versão que Carolina Deslandes fez do tema, dizendo que só conseguiu ver "um excerto" mas que gostou da utilização de instrumentos de cordas (veja o vídeo com a versão da cantora seguindo este link).

Questionado sobre os seus favoritos entre os participantes na Eurovisão, responde "não tenho uma favorita. Temos muito boas canções. A canção da Austrália é muito interessante, mas todas as canções têm algo de intrigante. Respeito-os a todos". À pergunta de outro admirador, sobre se achava que havia canções melhores do que a dele, Conan responde: "há canções que o pessoal curte... Deve haver canções melhores do que a minha".

O artista revela ainda que levou uma semana a compor 'Telemóveis' mas demorou "três meses a produzir". Se gravará um vídeo para a canção? "Não sei", admitindo que "talvez" gostasse de o fazer. Questionado ainda sobre se já sabe aquilo que dirá depois de apresentar a sua canção no festival, diz que provavelmente dirá "obrigado, bebés" mas brinca com a sua passagem pelo programa de Cristina Ferreira na SIC, oferecendo outra opção: "é o Conaaaaaaaaan".

Entre perguntas inusitadas, o artista cantarola 'Zumba na Caneca' de Tonicha, comenta o vestido que a cantora Ciara levou à Met Gala (e que é parecido com a indumentária que vestiu no primeiro ensaio em Telavive), confessa que adora Avril Lavigne e Miley Cyrus, que adora ananás na pizza e que gostava de ser vegetariano, fala dos seus Pokémons favoritos e explica que ainda não teve muito tempo para explorar Telavive, mas que não gosta muito da água de Israel.

Depois de dizer "não existem haters" quando o questionam sobre a forma como lida com as pessoas que não gostam dele, revela que vai atuar a Macau e que fará uma mini-digressão em Espanha (Madrid, Barcelona e Cartagena) e defende "não há músicas favoritas da Ana Malhoa. A Ana Malhoa é uma instituição. Gosto de quase todas". E tem tempo, ainda, para se dirigir a Liniker (dos projeto brasileiro Liniker & Os Caramelows) para lhe dizer: "Liniker, eu te amo, meu anjo".