Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Preparativos para o festival da Eurovisão 2019

Getty Images

Festival da Eurovisão não está a conseguir vender bilhetes

Evento que este ano se realiza em Israel está a sentir dificuldades em cativar o interesse do público. Milhares de bilhetes estão por vender e já há uma promoção de '2 pelo preço de 1'

O Festival da Eurovisão, que este ano se realiza em Telavive (Israel) está as sentir dificuldades em escoar os bilhetes disponíveis para o evento. Uma promoção de última hora, a pouco mais de uma semana da grande final, oferece agora dois bilhetes pelo preço de um, o que representa um desconto de 50% no preço de cada bilhete (originalmente vendidos a valores entre 280 e 500 euros).

Também a venda de bilhetes para as 'Green Room' das semifinais (zona onde o público, a preço VIP, pode estar próximo das delegações de cada país, assistindo ao evento através de um ecrã) foi cancelada, devido à parca procura.

Segundo a imprensa israelita, o fluxo turístico entre os dias 14 e 18 (o intervalo de datas que compreende as duas semifinais e a final) é muito mais reduzido do que se esperava - apenas 5 mil turistas 'eurovisivos' deverão aterrar em Israel.

A instabilidade política na região e preocupações com a segurança têm sido as principais razões apontadas para o desinteresse do público estrangeiro.

Portugal vai fazer-se representar na primeira semifinal do evento, a 14 de maio, com 'Telemóveis', de Conan Osiris. A segunda semifinal realiza-se dois dias depois, sendo que a final do certame tem lugar a 18 do mesmo mês.