Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Morreu Scott Walker

Artista de culto e inspiração para Radiohead, Arctic Monkeys ou Jarvis Cocker faleceu esta segunda-feira

Morreu Scott Walker, estrela pop transformada em nome maior do rock mais avant-garde. Tinha 76 anos. As causas da sua morte não foram reveladas, tendo a mesma sido avançada pela editora 4AD através do Facebook.

"É com pesar que anunciamos a morte de Scott Walker", pode ler-se. "Durante meio século, o génio do homem nascido Noel Scott Engel enriqueceu as vidas de milhares. Audacioso, produziu trabalhos que se atreveram a explorar a vulnerabilidade humana e a escuridão ímpia que a rodeia".

Scott Walker deu-se a conhecer nos Walker Brothers em 1964, juntamente com John Maus e Gary Leeds. O grupo viria a tornar-se extremamente popular ao longo da década, rivalizando com os Beatles em termos de fama. 'The Sun Ain't Gonna Shine Anymore' e 'Make It Easy On Yourself' foram alguns dos maiores sucessos do trio.

Após o fim dos Walker Brothers, Scott lançou-se numa carreira a solo, que do pop/rock original foi lentamente passando para o rock e a música de cariz mais avant-garde, influenciando nomes como Radiohead, Arctic Monkeys, Pulp ou Divine Comedy. Entre 1967 e 1969 lançou os seminais "Scott", "Scott 2", Scott 3" e "Scott 4", os primeiros com várias versões em inglês de temas de Jacques Brel, uma das suas maiores influências; nos anos 90 editou "Tilt", disco profundamente experimental, tendência que aprofundou em "The Drift" (2006) e "Bisch Bosch" (2012). O seu último trabalho foi a banda-sonora para o filme "Vox Lux", de 2018.