Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Getty Images

Muse dizem que estão a ir “longe demais” nesta digressão

"A dada altura tens de perceber quais os limites daquilo que podes fazer um espetáculo rock"

Os Muse admitiram que o seu espetáculo atual, de apresentação ao álbum "Simulation Theory", pode estar a ir "longe demais".

A digressão corrente dos Muse, que passará por Portugal no dia 24 de julho (Passeio Marítimo de Algés), tem-se caracterizado pela pompa: dançarinos, praticantes de BMX, uma banda de metais, lasers e até um robô.

Em declarações ao jornal Miami New Times, o vocalista e guitarrista Matt Bellamy afirmou que não acreditava que a banda pudesse "chegar a este ponto".

"A dada altura tens de perceber quais os limites daquilo que podes fazer um espetáculo rock", disse. "Creio que ninguém o está a fazer no mundo da música com guitarras. É único".

Estes extremos estão, também, a dificultar a tarefa da banda no que toca a arranjar ideias para digressões futuras, conforme revelou o baterista Dominic Howard.

"Está a tornar-se insustentável. Esta digressão é muito em torno do espetáculo, pelo que a sua antítese será fazer algo que seja puramente em torno da música e nada mais".

"Mas, de momento, não sei o que faremos no futuro", explicou. "Ou descemos à Terra ou vamos diretamente para o espaço".

Veja aqui o concerto que os Muse deram em Houston, nos Estados Unidos, na íntegra: