Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Documentário "Leaving Neverland"

HBO

Deve a música de Michael Jackson ser retirada das rádios? “Há uma primeira reação de choque”

Uma das consequências imediatas dos casos expostos no documentário “Leaving Neverland”, sobre alegadas vítimas de abuso sexual por parte de Michael Jackson, tem sido a retirada da música do artista das listas de rádios de todo o mundo. Os responsáveis máximos da Rádio Comercial e RFM, as duas estações mais ouvidas em Portugal, pronunciam-se sobre o assunto na SIC Notícias

"Leaving Neverland", o documentário da HBO sobe os casos de duas alegadas vítimas de abuso sexual de menores por parte de Michael Jackson, está a provocar verdadeiras 'ondas de choque'. Enquanto fãs acérrimos do cantor defendem a sua inocência em diversas manifestações de apoio ao artista falecido em 2009, ídolos da atualidade, como Drake, têm-se distanciado da memória do ícone pop e rádios de todo o mundo decidiram retirar a música do 'Rei da Pop' das suas emissões.

A SIC Notícias ouviu os responsáveis máximos pelas duas estações de rádio mais ouvidas em Portugal, questionando-os sobre o impacto que este acontecimento poderá ter nas opções de cada emissora. Pedro Ribeiro, diretor da Rádio Comercial, admite ter achado o documentário "perturbador", e por isso compreende "que haja rádios a retirar a música das suas listas [porque] há uma primeira reação emocional e de choque". Considera, contudo, que "a longo prazo temos que ver se essa é a tendência ou se a coisa acalma".

Por sua vez, António Mendes, diretor da RFM, defende que será "sempre importante ter a decisão do tribunal", uma vez que "estamos a falar de um documentário baseado em duas vítimas [em que são feitas] acusações extremamente graves", lembrando também que "a primeira vez que Michael Jackson foi acusado de alguma coisa relacionada com pedofilia foi em 1993". "Nada disto é novo", acrescenta.