Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Spike Lee

Kevork Djansezian

Zangado com vitória de "Green Book", Spike Lee ameaçou abandonar os Óscares

O realizador levou para casa o Óscar de Melhor Argumento Adaptado, mas mostrou-se revoltado com vencedor de prémio de Melhor Filme

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Spike Lee mostrou-se indignado com a vitória de "Green Book" na categoria de Melhor Filme, ontem à noite nos Óscares.

Quando o prémio foi anunciado, o realizador levantou-se e dirigiu-se para a saída, sendo impedido pelos seguranças de abandonar o Dolby Theater.

Por "BlackKklansman" Spike Lee recebeu o prémio de Melhor Argumento Adaptado.

Na conferência de imprensa após a cerimónia, o norte-americano lamentou que "sempre que alguém faz de motorista de outra pessoa, eu perco", referindo-se provavelmente à vitória, em 1990, de "Driving Miss Daisy" e não do seu "Do The Right Thing". Este ano, foi a vez de "Green Book", em que a personagem de Vigo Mortensen é motorista do músico jazz desempenhado por Mahershala Ali, ganhar o Óscar de Melhor Filme.

"Senti que estava a ver um jogo e o árbitro tomou a decisão errada", disse ainda Spike Lee.