Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Getty Images

Drake fica “sem voz” após criticar os Grammys

Discurso do rapper, na cerimónia, foi cortado de forma abrupta

Não foi a primeira vez que Drake criticou os Grammys, e certamente não será a última depois do sucedido. O discurso do rapper na cerimónia deste domingo foi cortado a meio após o artista se insurgir contra a Recording Academy, responsável pela entrega dos prémios.

Em palco para receber o prémio de Melhor Canção Rap, por 'God's Plan', o canadiano não perdeu tempo a apontar o dedo à organização, dirigindo-se aos seus colegas músicos. "O 'desporto' que praticamos é baseado em opiniões, e não factos", começou por dizer.

"Se há gente a cantar as vossas canções palavra por palavra, se são heróis na vossa cidade natal, vocês já ganharam. Se há pessoas com empregos normais a desbravar chuva e neve, a gastar dinheiro em bilhetes para vos ver, vocês não precisam disto. Já ganharam".

O som do microfone de Drake foi, então, cortado, e houve uma pausa para anúncios na cerimónia. De acordo com um representante do evento, este corte não foi propositado: "Os produtores pensaram que ele tinha terminado e seguiram para intervalo", pode ler-se, em comunicado.

Nesse mesmo comunicado, é ainda explicado que os produtores falaram com o rapper, oferecendo-lhe a oportunidade de voltar ao palco para terminar o seu discurso, algo que rejeitou: "Ele estava contente com o que disse e não tinha nada a acrescentar".

Veja aqui esse momento: