Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Bohemian Rhapsody

Bryan Singer suspenso dos nomeados para os mais importantes prémios britânicos de cinema

Realizador de "Bohemian Rhapsody" vai ficar de fora de potenciais prémios

A organização dos prémios BAFTA, que celebram o que de mais relevante se faz em cinema e televisão no Reino Unido, decidiu suspender o realizador Bryan Singer dos nomeados para a edição deste ano, que se realiza no próximo domingo.

Em causa está a polémica recente que envolve o realizador, que foi acusado de assédio e abuso sexual por quatro homens.

"Bohemian Rhapsody" foi nomeado em várias categorias, entre as principais a de Melhor Filme Britânico. Caso conquiste este prémio em particular, o nome de Singer não constará da lista de vencedores.

"O alegado comportamento [de Bryan Singer] é inaceitável e incompatível com os nossos valores", justificou a organização dos BAFTA, em comunicado.

"Sabemos que o Sr. Singer negou essas alegações. A suspensão da sua nomeação prosseguirá até que o resultado das mesmas seja conhecido".

"Acreditamos que toda a gente tem direito a construir uma carreira num meio de trabalho seguro e profissional, e continuaremos a colaborar com a indústria do cinema, dos videojogos e da televisão no sentido de o alcançar", termina.

A suspensão do realizador não significa, no entanto, que o filme tenha sido removido dessa categoria. "Bohemian Rhapsody" continua nomeado para Melhor Filme Britânico, bem como em outras categorias individuais: Melhor Ator (Rami Malek), Melhor Cinematografia, Melhor Som, Melhor Figurino, Melhor Maquilhagem e Melhor Edição.