Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Chris Brown

Getty Images

“Estava sob grande pressão psicológica” diz mulher que acusa Chris Brown de violação

Advogado da mulher de 23 anos esclarece que “o sexo não foi consensual”

A mulher de 23 anos que acusou Chris Brown de a ter violado num quarto de hotel de luxo em Paris diz que estava "sob grande pressão psicológica", apesar de não ter sido forçada fisicamente a ter relações sexuais com o artista norte-americano. O advogado da alegada vítima, Frank Serfati, esclareceu, em entrevista à Associated Press, que "o sexo não foi consensual".

Serfati acrescenta ainda que o cantor "encurralou-a num quarto que estava trancado": "houve relações sexuais forçadas e depois ele foi falar com outros homens - era um ambiente masculino". A estudante alega que, depois de Brown, foi abusada por dois outros homens - um guarda-costas e um associado do músico - num piso diferente do hotel.

Recorde-se que Brown e os dois outros homens foram detidos na passada segunda-feira, mas foram libertados depois de questionados. Apesar de a investigação continuar, as autoridades comunicaram ao músico que podia sair do país caso pretendesse. O advogado de Brown já disse que estão a preparar uma queixa por difamação.