Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Getty Images

Ozzy Osbourne fala sobre o passado de drogas: “Tenho 70 anos. Não quero ser encontrado morto num quarto de hotel”

O músico diz ter-se afastado de todos os antigos vícios

Ozzy Osbourne abriu o livro em relação ao seu passado enquanto consumidor de drogas, revelando estar livre, hoje em dia, de todos os seus antigos vícios.

"Já não bebo álcool, já não fumo, já não me drogo. Agora estou bem", disse, ao jornal californiano Orange County Register. "Como pude pensar que ir a um bar, embebedar-me e snifar tanta cocaína era divertido?".

"Começo a pensar que se tivesse de escolher entre uma arma, um saco cheio de cocaína ou 3 litros de álcool, escolhia a arma. Não vale a pena. Não acredito em resoluções de ano novo, pelo que não farei uma este ano. Só espero que Deus me mantenha vivo", continuou.

Ozzy esclareceu, ainda, que a sua digressão atual não é de despedida, ainda que tenha sido promovida como tal: "Ainda vou andar em digressão, mas não de forma tão extensa".

"Agora tenho netos, tenho 70 anos, não quero ser encontrado morto num quarto de hotel. Vou fazê-lo de forma mais calma, dar alguns concertos em Las Vegas, mas nunca irei parar. O estilo de vida que tive resume-se às pessoas que me querem ouvir e, enquanto o quiserem, estarei lá", rematou.