Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Festival onde não entram homens considerado culpado por discriminação

"Estamos ocupadas a mudar o mundo"

O festival Statement, que se realizou no passado mês de agosto em Gotemburgo, na Suécia, foi considerado culpado por discriminação.

O festival, descrito pela organização como um evento para "mulheres, pessoas não-binárias e transgénero", restringia os festivaleiros masculinos - que não eram impedidos de comprar bilhete ou de entrar no recinto - a uma zona especial situada nos bastidores.

As autoridades suecas consideraram que esta política do festival era discriminatória, ainda que não tenha sido aplicada qualquer penalização ao Statement.

Em comunicado, a organização do evento lamentou que "alguns homens cisgénero se tenham indignado" e diz estar "ocupada a mudar o mundo".

O Statement, que contou no seu cartaz apenas com mulheres e artistas não-binários, nasceu a partir de uma ideia da comediante sueca Emma Knyckare, em resposta aos vários casos de assédio sexual que ocorreram no Bravalla, o maior festival de música do país.