Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Uma prenda de Natal da BLITZ: 10 euros de desconto no passe do festival EDP Vilar de Mouros na compra da revista especial dedicada a 2018

Recorde a música deste ano pensando já no que vai fazer no próximo. Com o grande anuário de 2018, que custa €4,90, oferecemos-lhe um desconto de €10 na compra de um passe de 3 dias para o mais antigo dos festivais portugueses, onde estão confirmados a superbanda Prophets of Rage e Skunk Anansie, entre outros

Está nas bancas uma edição especialíssima da BLITZ com tudo o que vai ficar para a história em 2018. Neste anuário de 148 páginas cabe tudo o que mais importa ocorrido nos últimos 12 meses. Os melhores discos, concertos e festivais, os acontecimentos e os fenómenos: um retrato completo do ano que agora termina. Ao preço de €4,90.

Esta revista traz consigo uma prenda de Natal: vale €10 na compra do passe de 3 dias para o festival EDP Vilar de Mouros, que se realiza nos dias 22, 23 e 24 de agosto naquela aldeia minhota. No canto inferior da capa existe um espaço para raspar, que por sua vez desvendará um código que deve introduzir no site da Ticketline no ato da compra do passe para o festival, até 31 de janeiro. Dessa maneira, o passe de 3 dias para o EDP Vilar de Mouros ficará 10 euros mais barato.

O maior destaque dos nomes anunciados para o festival até ao momento vai para a estreia em Portugal de Prophets of Rage, projeto que une membros dos Rage Against the Machine e Audioslave (o guitarrista Tom Morello, o baixista Tim Commerford e o baterista Brad Wilk), Cypress Hill (o rapper B-Real) e Public Enemy (o rapper Chuck D e DJ Lord). Formado em 2016, o supergrupo lançou um álbum homónimo em 2017.

De regresso aos palcos portugueses estão também os britânicos Skunk Anansie, força rock dos anos 90 liderada por Skin, e os veteranos da new wave dos anos 80 Fischer-Z (do êxito 'So Long'). Os portugueses Linda Martini encerram o lote das primeiras confirmações para o decano dos festivais em Portugal, que mantém o patrocínio da EDP.