Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Peter Murphy detido na Suécia, a 12 de dezembro

Peter Murphy expulso do próprio concerto por atirar garrafas ao público

Um espectador foi hospitalizado após comportamento que a sala de espetáculos considera "inaceitável" (notícia corrigida)

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Peter Murphy foi expulso do seu próprio concerto, ontem, após ter atirado copos e garrafas de água aos espectadores.

O incidente aconteceu em Estocolmo, na Suécia, onde o músico se encontrava a bordo de uma digressão que recentemente passou por Portugal.

Segundo a imprensa sueca, Peter Murphy saiu de palco queixando-se do feedback que ouvia no seu auricular. No regresso ao palco, começou a atirar copos e garrafas de água para a mesa de mistura, acertando na cabeça de um fã, que teve de ser hospitalizado.

A posterior altercação do músico com a equipa da sala foi documentada em vídeo amador, onde se pode ver que antes de ser imobilizado, o músico agride um segurança com uma bofetada.

Em comunicado, a sala onde o incidente ocorreu considera "inaceitável" o comportamento de Peter Murphy para com o público e a equipa técnica e apela a outras pessoas que possam ter ficado feridas que o comuniquem.

"Com uma canção ainda por tocar, o tour manager e os técnicos do artista decidiram acabar o concerto, já que a mesa de mistura ficou destruída na sequência de uma série de incidentes que nós levamos muito a sério", pode ainda ler-se. "De momento, estamos a tentar determinar o que aconteceu. Se mais alguém, no público, tiver ficado ferido, pedimos que nos contactem e que façam queixa na polícia".

Peter Murphy esteve este ano em Portugal, primeiro para um concerto no EDP Vilar de Mouros, e mais recentemente em Lisboa e no Porto. Recorde aqui o concerto de Lisboa.