Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Jonathan Wilson

O que nos disse Jonathan Wilson, o guitarrista de Roger Waters: “Há públicos tímidos, mas em Portugal espero muito entusiasmo”

O músico norte-americano, que toca com Roger Waters em Lisboa no domingo e na segunda-feira, falou com a BLITZ sobre o seu trabalho com a lenda dos Pink Floyd e sobre os seus próprios discos

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Em Portugal pela primeira vez, para atuar com Roger Waters na Altice Arena, a 20 e 21 de maio, Jonathan Wilson deu uma entrevista à BLITZ, que poderá ver aqui muito em breve.

Além de guitarrista na banda de Roger Waters, com quem tocou no álbum “Is This The Life We Really Want?”, o norte-americano tem três álbuns em nome próprio, o mais recente dos quais, “Rare Birds”, saiu este ano, e é um dos produtores mais requisitados do momento, sendo bem conhecida a sua ligação a Father John Misty.

Sobre a digressão com Roger Waters, contou-nos Jonathan Wilson: “Está a correr muito bem. Ando em digressão há nove semanas. Comecei com os meus próprios concertos, que depois desaguaram na digressão do Roger Waters”, explica, dizendo que só deverá regressar a casa perto do Natal. “Vou passar 2018 numa digressão permanente”.

Quanto à forma como o público tem reagido a uma digressão de forte mensagem política, partilha Jonathan Wilson: “É muito interessante observar, nos diferentes países e cidades, a forma como as pessoas se comportam. Alguns são tímidos e reservados até ao fim, mas em países como Portugal, espero que o público seja extremamente entusiasta. Isso deverá tornar o concerto divertido”.

Sobre a diferença entre o público norte-americano e o europeu, Jonathan Wilson afirma ainda: “Uma coisa que reparei é que, nos Estados Unidos, as pessoas aproveitam algumas das canções novas para irem buscar cerveja, porque pensam: 'isto não são as canções antigas dos Pink Floyd que eu conheço, mas o que é isto?'. Mas na Europa as pessoas ficam lá o tempo todo, respeitam o concerto todo”.

O autor de “Gentle Spirit” confessou igualmente que ainda tem “muitos momentos” em que se lembra, com espanto, que está com um Pink Floyd em palco. “Ainda penso isso muitas vezes!”, admitiu, entre risos. “Mas divertimo-nos todos muito, em palco. Temos um bom ambiente”.

Roger Waters atua domingo e segunda-feira na Altice Arena, em Lisboa. Quanto a Jonathan Wilson, lançou este ano “Rare Birds”, o seu terceiro álbum.