Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Banda de metal sueca expulsa elemento depois de ele fazer a saudação nazi

Os Watain estão de novo envoltos em polémica

A banda de black metal sueca Watain expulsou Set Teitan, guitarrista do grupo desde 2007, por ter sido fotografado a fazer a saudação nazi.

A fotografia em questão começou a circular pelas redes sociais esta semana, levando à saída de Teitan. Apesar disso, o vocalista Erik Danielsson afirmou que o caso não passou "de uma brincadeira".

"Para por fim a estas tretas que só nos cansam e gastam o nosso tempo, o guitarrista em questão decidiu sair da banda durante algum tempo para evitar discussões sem sentido sobre este assunto", disse Danielsson ao website MetalSucks.

O vocalista acrescentou que os Watain "cospem na ignorância" de todos aqueles que afirmam que a banda "tem uma agenda política".

"O nosso desprezo vai para todos aqueles que insistem em alimentar a histeria moral e a caça às bruzas que tem tomado conta da cultura heavy metal", acrescentou.

Esta não é a primeira vez que os suecos são acusados de ligações à extrema-direita, algo que sempre negaram. Em entrevistas anteriores, os Watain descreveram as ideologias de extrema-direita e o anti-semitismo como "das coisas mais maléficas que o mundo conhece".

Os Watain são um dos nomes confirmados para a edição espanhola do Primavera Sound, que se realiza em Barcelona.