Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Cantora inglesa encontrada morta

Daniella Obeng foi encontrada sem vida num quarto de hotel

A cantora britânica Daniella Obeng foi encontrada morta num quarto de hotel, no Qatar, para onde havia viajado seis dias antes.

Obeng, de 32 anos, assinava com o nome artístico Devi Ka e emigrou para o Qatar após lhe terem sido retirados os subsídios de desemprego no Reino Unido.

À cantora, mãe de uma criança, havia sido diagnosticado um tumor cerebral e epilepsia, mas as autoridades britânicas declararam-na "apta para trabalhar".

Obeng iria atuar no Intercontinental Hotel, do Qatar, durante seis meses, mas acabou por morrer antes de começar o seu novo trabalho.

Um amigo da cantora salientou que, caso Obeng tivese tido o apoio financeiro de que necessitava, "podia ainda estar aqui connosco. A viagem, o stress e a pressão podem ter contribuído para a sua morte prematura".

Uma porta-voz do Departamento de Trabalho e Pensões, que gere os subsídios estatais a pessoas desempregadas e pensionistas, declarou que todas as decisões sobre a aptidão de alguém para trabalhar são cuidadosamente revistas.

Entretanto, um grupo de amigos de Danielle Obeng criou uma campanha de angariação de fundos com o intuito de "celebrar a sua vida e promover a sua música". "Sentimo-nos ofendidos por ela ter tido de abandonar o Reino Unido de modo a conseguir juntar dinheiro para o futuro dela e o do filho", escrevem.