Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Opinião

Getty Images

Telegramas de Telavive, por Nuno Galopim: Emoções altas no 'Jury Show'

A partir de Israel, Nuno Galopim, comentador da Eurovisão, conta-nos como foi recebida a atuação de Conan Osiris, esta segunda-feira à noite, na derradeira prova antes da semifinal. Foi “um dos maiores momentos da noite”

Nuno Galopim

Nuno Galopim

Jornalista

É na noite que antecede cada programa que os júris dos países concorrentes votam nas canções. E na semifinal (que hoje tem lugar às 20h00), em noite de 'Jury Show' estavam em cena não apenas os 17 países concorrentes, mas também Espanha, França e Israel, já apurados para a final de sábado.

Conan Osiris foi o 15º a apresentar a sua canção e fez de 'Telemóveis' um dos maiores momentos da noite, com a sala (já com público) a reagir com entusiasmo. Entusiasmo que se fez sentir também no Press Center onde a canção portuguesa foi uma das que cativaram aplausos dos jornalistas e bloggers ali presentes.

Foi a melhor atuação de Conan Osiris deste a chegada a Israel e tanto ele como João Reis Moreira, o bailarino que o acompanha em palco, deixaram claro que trazem a Telavive uma canção diferente e verdadeira, que escapa aos paradigmas dos sabores do momento e expressa uma clara identidade artística.

Não se ouve nada igual aqui. E esse é um dos muitos valores que jogam em seu favor. Além das canções concorrentes nesta primeira semifinal teremos atuações de duas antigas vencedoras 'eurovisivos' israelitas (Netta e Dana International) assim como uma coleção de imagens da gravação dos 'postais' que antecedem as canções, ao som de uma nova versão de 'A Ba Ni Bi', que em 1978 deu a primeira das quatro vitórias no concurso a Israel.