Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Listas

Getty Images

Está demais o bar da praia! 21 infalíveis 'malhas' de verão para quem vai a banhos

Quer tenha acabado de chegar à praia ou ainda se encontre em busca de um pedaço de costa menos atreito a grandes afluências, o que deste lado podemos garantir é que preparámos a banda sonora certa para um fim de semana de areia e mar: dos Kinks aos Weezer, dos Ramones aos Xutos & Pontapés, dos Drums aos Wavves. Ainda não é bem verão, mas façamos de conta

O rock and roll, enquanto hedonista celebração de juventude, sempre se deu bem com o Verão e de Elvis a Marilyn Manson há toda uma tradição de estrelas electrificadas rodeadas de beldades em bikini. Por isso mesmo, o calor e a praia nunca andaram arredados do radar rock e ao longo das décadas inúmeras foram as canções que procuraram retratar a vida de pés enterrados no calor do chão.

Claro que vivemos tempos diferentes: em nome da civilização e da boa vizinhança, discretos auscultadores resultam melhor do que potentes colunas Bluetooth (a menos que estejam na varanda ou no quintal) e aquela distância segura para a toalha do lado é mais do que aconselhável. Mas, com o som certo nos ouvidos e os olhos depositados no mar enquanto as altas temperaturas aquecem a pele e alma, a verdade é que quase que dá para imaginar que nada mudou.

Vai um mergulho?

Eddie Cochran – Summertime Blues

A melhor cura para os blues do verão é mesmo uma boa vaga de calor: e em 1959 o rocker Eddie Cochran já entendia que é difícil tirar a cabeça de um adolescente da praia. E depois toda a gente gravou este tema, dos The Who aos Stones e de Bruce Springsteen aos Black Keys.

The Drifters – Under The Boardwalk

Outra malha intemporal, daquelas que logo às primeiras notas tem a capacidade de fazer subir a temperatura e que garantiu a imortalidade aos Drifters. E outro clássico a que muito mais gente deu voz, dos Tom Tom Club a... Bruce Willis (esse mesmo...)

The Kinks – Sunny Afternoon

E é mesmo verdade: a única coisa que não nos podem levar (quando às vezes até parece que nos levam mesmo tudo...) é aquela sensação única que o sol tem a capacidade de nos dar. De pés na areia, é bem mais fácil ignorar os problemas, certo? Era o que pensava Ray Davies, que escreveu este tema em 1966.

Lovin’ Spoonful – Summer in the City

Provavelmente o único número 1 da história a incluir sons de martelo pneumático, este é um clássico que, de facto, retrata de forma perfeita o verão na cidade. Garantiu a imortalidade a John Sebastian e recebeu versões de inúmeros artistas, de Quincy Jones aos Eels!

The Who – Sea and Sand

A praia é mesmo o símbolo máximo do escape, não é? Até para um Mod, na fria costa de Brighton, como os The Who tão bem cantaram em Quadrophenia em 1973.

The Ramones – Rockaway Beach

Rockaway Beach é uma zona costeira de Queens, Nova Iorque, que constitui a maior praia urbana dos Estados Unidos, um local em que Dee Dee gostava de passar tempo e que o inspirou a esta espécie de vénia punk ao som popularizado pelos Beach Boys.

Blondie – In The Sun

Escondido quase no final do lado A do álbum de estreia dos Blondie, editado em finais de 1976, estava este pedaço de pop-punk em que a diva platinada exclamava “in the sun / we’re gonna have some fun”. Simples e eficaz, certo?

Martha and the Muffins – Echo Beach

Música multi-funções: tanto serve para evocar aquela praia que existe só na nossa imaginação e em que preferíamos estar em vez do lugar onde porventura possamos mesmo encontrar-nos como para descrever de forma muito rápida a um amigo o que foi a new wave e ainda, caso seja necessário, para exemplificar o que é, afinal de contas, um riff...

Violent Femmes – Blister in the Sun

Outro riff monumental e a melhor desculpa em forma de canção para nos portarmos como malucos e darmos cabo dos penteados uns aos outros...

Beach Boys – Kokomo

Se há quem perceba de praias são os Beach Boys que têm no seu vasto cancioneiro muitos exemplos possíveis de grandes canções sobre areia e mar, mas esta é especial, talvez por ser a mais literal e a mais kitsch de todas. Quem não gostava de ir até Kokomo?

Chris Rea – On The Beach

Digam o que disserem do britânico Chris Rea, este tema é um dos melhores hinos ao dolce far niente cantados com voz rouca que existem. E tem tudo: balanço de ondas calmas, guitarra cheia de sol andaluz e pronto fala de estar na praia que é o que todos queremos por estes dias, certo?

Radar Kadafi – 40º à Sombra

Qualquer canção que mencione capilés merece figurar numa lista em que se celebra o acto de ir à praia. E, como bem sabe quem já provou um, capilés sabem melhor se estiverem, pelo menos, uns 40 graus à sombra. Em 1987 era assim que a pop portuguesa soava quando detectada pelo Radar Kadafi...

Jesus & Mary Chain – Surfin’ USA

E por falar em clássicos dos Beach Boys: se por acaso é uma daquelas pessoas que vai para a praia de blusão de cabedal e que finge que embirra com a areia e tal, esta versão que os Jesus and Mary Chain assinaram para o clássico hino dos surfistas é para si.

Jonathan Richman – That Summer Feeling

Sabem aquele sentimento de verão, quase indescritível, mas que toma conta de nós quando o calor começa a mandar a primavera embora? É disso que fala o Jonathan Richman, figura de culto que esteve nos alvores do punk com os seus Modern Lovers.

Weezer – Island In The Sun

Não há nenhuma prova científica concreta que prove que se alguém meter esta canção a tocar no volume certo no Pólo Norte, isso não faça derreter os glaciares todos, tal o poder “calorífico” que os Weezer concentraram neste sublime pedaço de pop.

Iggy Pop – I Want to Go To The Beach

A praia como ponto de fuga, ainda que eventualmente decadente, como admite Iggy Pop, para a estrela de rock que já viu de tudo. E se serve para Iggy Pop fugir, porque não há-de também ser perfeita para nos abrigarmos todos nós, comuns mortais?

Wavves – King of the Beach

E pronto, quem é que nunca se sentiu monarca da praia? Ou pelo menos daquele pedaço de areia em que estendemos a nossa toalha? Quando não há ordens (tirando, vá lá, um “não te esqueças de passar creme, olha o sol...!”), não há como não sentir aquilo de que falam aqui os Wavves.

Best Coast – The Only Place

Chegar à praia a tempo, nesta era de praias com lotação limitada, vai ser uma preocupação de todos. E o duo americano Best Coast canta essa urgência com leveza solarenga neste hino ao único lugar que por estes dias de calor realmente concentra os nossos desejos.

The Drums – Let’s Go Surfing

Melhor “wake up song”-para-dias-em-que-se-quer-ir-para-a-praia de todos os tempos? É bem possível: os Drums podem muito ter acertado logo à primeira, com esta canção que é puro rock porque diz “não me importo com nada” e ainda assim arranja maneira de incluir também um assobio.

Peste & Sida – Sol da Caparica

E pronto, não é propriamente possível fazer-se uma lista destas e não incluir o clássico que os Peste & Sida criaram em 1989 a partir da fórmula já antes deles testada pelos Ramones. O retrato é claro e fala de um impulso que já muitos na capital sentiram, levando-os a atravessar a ponte para irem a banhos do lado de lá do Tejo.

Xutos & Pontapés – 1º de Agosto

E para terminar, os eternos Xutos & Pontapés. Podemos cantar com eles e imaginar que amanhã é 1 de Agosto, que as férias só agora vão começar e que, pronto, está mesmo tudo bem quando enterramos os pés no calor do chão.