Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Autores

  • Jorge Cerejeira

    Veio de Moçambique mas nasceu em Lisboa. A melomania assaltou-o aos 9 anos. É um apaixonado compulsivo por rádio, que deixou de fazer há muito. Andou por Timor e por África durante 15 anos. É professor de literatura e tem um mestrado em gestão no ISEG. Ouve sobretudo pop alternativa, entrecortada com música tradicional portuguesa e jazz. Escreve por deleite – de preferência no Meco, no verão e com um livro à cabeceira do teclado

  • Manuel Rodrigues

    Jornalista desde 2012 com trabalhos publicados na BLITZ, Rimas e Batidas e o extinto Palco Principal. Passa os dias a ouvir música – em casa e na rua, nos auscultadores, ou até em grandes sistemas de PA, com os quais trabalha enquanto técnico de som, outra das suas profissões. Conduz o seu próprio blogue, Ritmoterapia, à boleia do qual tem sido também DJ

  • Rui Duarte Silva

    Começou a fotografar com 16 anos num programa para jovens se iniciarem em actividades artísticas, financiado pela União Europeia. Frequentou durante dois anos o curso de fotografia da ESAP, Escola Superior Artística do Porto. É fotojornalista do Expresso desde 1994.

  • Tiago Soares

    Estudou formação musical e saxofone, mas desistiu quando decidiu tornar-se baixista autodidata. Teve uma banda, licenciou-se em Literatura, tornou-se jornalista. Recentemente comprou uma guitarra, um objeto que continua sem perceber muito bem. Escreve habitualmente na Revista E, do Expresso.

  • Joana Beleza

    Terminou o curso de Jornalismo pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto em 2005. Pelo meio fez um curso de cinema de animação com o Abi Feijó e colaborou como fotojornalista​ em dois jornais universitários. Em 2006 foi contratada pela Rádio Renascença para fundar a área multimédia. Durante sete anos e meio filmou e editou várias reportagens de sociedade e de política, fez um curso de imagem na ETIC e um mestrado em cinema pela Escola Superior de Teatro e Cinema​, deu formação vídeo a repórteres de rádio e assinou a realização de alguns eventos em livestream nos sites do grupo r/com. Em Abril de 2014 integrou a redação do Expresso e no início de 2015 viu a primeira grande reportagem multimédia em que participou - “Matar e Morrer por Alá: Cinco Portugueses no Estado Islâmico”- ser distinguida com o Prémio de Reportagem Cáceres Monteiro.

  • Luís Pinheiro de Almeida

    Jornalista veterano, é o maior especialista em Portugal da carreira dos Beatles. É autor do livro “Beatles em Portugal”, editado pela Assírio & Alvim, e mantém o blogue Ié Ié (guedelhudos.blogspot.com), dedicado ao rock dos anos 60.

  • Pedro Serrano

    Nasceu no Porto, é médico e presidente do Colégio da especialidade de Saúde Pública da Ordem dos Médicos. No âmbito da música, traduziu (com Angelina Barbosa) a obra lírica de Bob Dylan: <em>Lyrics, 1962-2001</em>, fez revisão técnica e notas em <em>Musicofilia</em>, livro do neurologista Oliver Sacks, sobre as conexões da música com a mente e o sistema nervoso.

  • Lara Marques Pereira

    Ainda não tinha 20 anos quando descobriu o fascínio da rádio, que se transformou em paixão intensa, sempre renovada com multiplos desafios: XFM, TSF, Antena 1, Rádio Europa Lisboa, Rádio Nostalgia e agora rádio SBSR.FM. Gosta de notícias e de acompanhar a actualidade do mundo, mas gosta ainda mais de cinema e de falar de cinema na rádio. Ver filmes é o maior prazer quando não está a trabalhar ou quando não está a passar uns CD à noite, em bares onde ainda se pode fumar. Falar de música na rádio é o mais recente e exigente desafio, todas as semanas no programa Blitz Rádio, na SBSR.fm.

  • Diogo Barroso

    Nasceu no Porto em 1978, é licenciado em Línguas, Literaturas e Culturas e mestre em Tradução e Serviços Linguísticos. Fã “eterno” dos Guns N' Roses.

  • Hugo Franco

    Licenciado em Ciências de Comunicação no ISCSP. Jornalista do Expresso, na secção Sociedade, e autor do livro ‘Os Jiadistas Portugueses’. Lisboeta e sportinguista, um pouco desiludido. Prefere o Facebook ao Twitter e ainda não entrou na onda do Periscope.

  • André de Atayde

    Quis ser Engenheiro Florestal e chegou a frequentar o curso no Instituto Superior de Agronomia, mas as Matemáticas revelaram-se exercícios complicados. Mudou para Ciências da Comunicação, vertente de jornalismo, porque achou que podia mudar o mundo. Até chegar ao Expresso, em 2008, trabalhou numa companhia de teatro e na revista FHM, sempre guiado pelas palavras de Confúcio: “É preciso que o discípulo da sabedoria tenha o coração grande e corajoso. O fardo é pesado e a viagem longa”. Não desistiu de (tentar) mudar o mundo!

  • Rui Tentúgal

    Nasceu no Porto em 1968 e estudou na Escola Superior de Jornalismo. Trabalhou no jornal “A Capital” de 1989 a 1999, primeiro como jornalista na delegação do Porto e a partir de 1996 na redação em Lisboa, onde foi o coordenador da secção de Espetáculos e de vários cadernos de cultura e televisão. Entrou em 2000 para a revista “Focus”, como editor de fecho, sendo sucessivamente nomeado editor executivo e chefe de redação. Em 2001 mudou-se para o “Expresso”, como jornalista. No ano seguinte passou a coordenador, primeiro no caderno cultural “Cartaz”, depois no “Atual” e, atualmente, na revista “E”. Desde 2005 que é também o responsável pela secção de música destes suplementos.

  • Nelson Ferreira

    Nelson Ferreira nasceu em Guimarães mas fez-se homenzinho e radialista entre Vila das Aves, Porto, Braga e Lisboa. Começou a brincar às rádios com 15 anos e desde então não mais despiu os headphones. Atualmente é produtor de conteúdos jornalísticos e sonoros na rádio Meo Music e colaborador da Radar, Oxigénio, Marginal, Amália e Nostalgia. Quando não está a ouvir ou a trabalhar música gosta de ver corridas de veículos motorizados de duas ou quatro rodas. Sonha um dia ser Presidente da Junta de Freguesia da Penha de França.

  • Nuno Galopim

    <p>Jornalista e radialista desde 1989, Nuno Galopim é um dos autores do blogue Máquina de Escrever. Com trabalho ainda na música e no cinema, tem livros publicados, entre eles biografias de Sérgio Godinho e dos The Gift.</p>

  • Rita Carmo

    Rita Carmo nasceu em Leiria em 1970 e é fotógrafa dedicada à cena musical desde 1992. Iniciou a publicação de fotografias no semanário Blitz em 1992 onde permanece fotógrafa residente. Tem fotografias editadas em diversas publicações portuguesas e estrangeiras. Em 2003 editou pela Assírio &amp; Alvim o álbum fotográfico "Altas-Luzes". Em 2004, a convite da Alcatel Portugal e da Numero, expõe no 4º Festival Portugais na Fnac Forum Les Halles em Paris. Em 2008, no âmbito do Congresso Feminista, expõe na Fundação Calouste Gulbenkian. Ainda em 2008, edita com a revista BLITZ o álbum "Portugal XXI - Imagens de Sons Portugueses". Em Julho de 2009 expõe no Festival Alive parte do seu trabalho relacionado com concertos ao vivo. Em 2013, edita o álbum “Bandas Sonoras - 100 Retratos na Música Portuguesa” pela Chiado Editora. Em Julho de 2015, é curadora e expõe no Festival Super Bock Super Rock um importante acervo dos 20 anos do Festival. Como free-lancer é responsável por diversas capas de CD's e imagens de divulgação de músicos portugueses. É formadora de Fotografia na Restart, World Academy, Cenjor e Instituto Português de Fotografia.

  • Mário Rui Vieira

    Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social, de Lisboa, é jornalista da revista BLITZ desde 2006, acumulando funções como redator de música da secção de cultura do Expresso. Tendo iniciado o seu percurso profissional com um estágio no jornal BLITZ, em 2004, escreveu para publicações como DIF, Parq e Dance Club e colaborou também, pontualmente, com a Cais e a extinta FHM.

  • Luís Guerra

    <p>Estudou Comunicação – e outros delírios – na Nova, mas foi na internet que participou, em 1998, no primeiro trabalho de grupo (chamava-se Rádio Pirata). Desde logo encontrou também a música que o levaria à redação do jornal BLITZ um ano depois. No início do século XXI deu um ar da sua graça (humor, sim) na SIC Radical com Markl, Alvim e os Gato Fedorento à mistura, regressando ao mister de escriba para ver o BLITZ virar revista – é seu editor desde 2008. No Expresso também dá música.</p> <p></p>

  • Miguel Cadete

    Jornalista. Começou a colaborar com o Expresso em 2005, fazendo parte da direção desde 2011. É responsável pela Revista E e diretor da Blitz. Interessa-se por arte, cultura e entretenimento (não obrigatoriamente por esta ordem), política, media, privacidade e rock’n’roll. Pai de dois filhos.

  • Iryna Shev

    Na equipa de Cultura da SIC desde o verão de 2018 mas na Impresa já desde janeiro de 2015, onde foi parar depois de tirar o curso de jornalismo na Universidade Católica Portuguesa. Já passou pelo site do Expresso, colabora sempre que pode com a Revista E, foi a primeira jornalista do país a fazer reportagens através do Snapchat e teve dois programas de música na BLITZ. Durante o Mundial de Futebol de 2018 juntou-se a José Milhazes para apresentar no Jornal da Noite a rubrica "Ronaldo no País dos Sovietes". Usa e abusa das redes sociais para partilhar histórias sobre a Ucrânia, país onde nasceu e tem Gabriel García Márquez, Virginia Woolf e Charles Bukowski como mestres da palavra.